Em foco

Vodafone quer formar mil jovens programadoras em 26 países

A Vodafone anunciou que vai formar mil adolescentes de 26 países em programação no âmbito de um programa que assinala o Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência, que foi celebrado no domingo

Data: 12.02.2018

Vodafone quer formar mil jovens programadoras em 26 países


Em Portugal, a segunda edição do projecto vai arrancar em Abril, O objectivo da operadora é ajudar mulheres a entrar no mundo da programação.


O programa chama-se Girls in STEM (sigla utilizada para os cursos das áreas das ciências, tecnologias, engenharia e matemática) e esta edição, que será a segunda, deverá arrancar em Portugal em Abril, segundo um comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso.


“Nos últimos anos, temos assistido a avanços significativos na luta contra a disparidade de género global em vários aspectos da sociedade. No entanto, em muitos países, essa disparidade está a agravar-se nas carreiras STEM”, refere Luísa Pestana, directora de recursos humanos da Vodafone Portugal.


Na primeira edição do programa, em 2017, a Vodafone formou 500 raparigas de todos os países nos quais a operadora de telecomunicações tem actividade.
 
Num projecto-piloto realizado numa escola em Lisboa, no final do ano passado, a experiência permitiu o “desenvolvimento de várias aplicações e jogos para telemóvel, utiliza, por exemplo, sensores de proximidade, movimento, tempo e localização, disponíveis em qualquer dispositivo móvel”, refere a empresa citada pela Lusa.


Fonte: ANGOP




Voltar